sábado, 14 de junho de 2008

Desertos Carlos J.pessoa




Espectador - Oh jovens mentes, oh mentes do mundo, oh Europa, que engenhos do progresso nos alienaram da opinião? Nós, cada vez mais mudos, cada vez mais surdos, cada vez menos comunitários; oh jovens almas digitais, computando, computando, computando, sinto o toque dos vossos dedos no teclado da ausência; oh Europa, oh deserto.


De Carlos J. Pessoa (Desertos, Pentateuco, manual de sobrevivência para o ano 2000)


Betty Boop

Adoro-a!



quarta-feira, 4 de junho de 2008

Video - Clip

"Um video-clip é um número musical acompanhado de imagens que suportam, interpretam, exemplificam ou contradizem esse mesmo número, socorendo-se para isso de caracteristicas, mais ou menos comuns, a todos os video-clips: o ritmo descontínuo e fragmentado das imagens (clip significa corte): a coexistência de diferentes planos temporais e de acção: a repetição de um leit-motiv: a urgência de uma mensagem iconográfica e sonora e de uma paisagem emocional que, embora ambíguas ou não directas, se apresentam e experienciam num curto espaço de tempo, num instante ou momento. São estas ideias que conferem uma unidade formal e conceptual aos diferentes clips de teatro-clip (peça com encenação de Carlos J. Pessoas) que, não obstante serem suficientemente autónomos entre si, apresentam, no entanto, um nexo comum, isto é, todos eles se constituem, de algum modo, como histórias de amor."

David Antunes, Dramaturgo.

Bjork Wanderlust


Antony and the Johnsons-You Are My Sister

Parcur




Estou fascinado, já estou em treinos ehe...

terça-feira, 3 de junho de 2008

Concurso no Hirshorn Modern Art Gallery




























A regra era simples, cada artista apenas podia usar uma única folha de papel...

De volta da residência

O projecto dos perigosos que procuram outros perigos está de volta ao Porto depois de uma residência de uma semana em Postasneiros, freguesia de São Vicente de Lafões em Oliveira de Frades. Foi a primeira vez que fiz uma residência artistica e o saldo é positivo. Longe das distrações quotidianas, o nosso cérebro "encerra-se" dentro daquilo que precisa objectivar, e consegue encontrar pontes para outras objectivações, pois encontramo-nos rodeados de um lugar novo, cheio de pessoas novas e com histórias diferentes daquelas que se ouvem na nossa urbe. O encontro com outra realidade, que no final está tão próxima de nós, faz com que possamos mudar a própria realidade do projecto, esticando-a para outras possibilidades. Outras memórias pessoais ficam para sempre, como o encontro imediato com Maria Clara a Matrona das tripas do Porco, que infiltrando-se no nosso caminho quase sem querer, nos levou a querer conhecer mais sobre as lendas e mitos de Oliveira de frates. Quando encontramos maria Clara, esta estava à beira do riu a lavar as tripas do porco.
Agora de volta ao Porto este grupo encerra-se na central electrica do Porto, e de lá outros perigos virão de certeza... Até já!