quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Leituras

“Tenho que conservar o Amor no meu coração, a qualquer preço. Se for para a prisão sem Amor, que será da minha Alma?”

2 comentários:

pinguim disse...

Um dos livros mais comoventes que já li (e reli) em toda a minha vida.

Tiago Bôto disse...

esmagadoramente comovente e humano...