terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Sophia de Mello Breyner


Retrato de uma princesa desconhecida

Para que ela tivesse um pescoço tão fino

Para que os seus pulsos tivessem um quebrar de caule

Para que os seus olhos fossem tão frontais e limpos

Para que a sua espinha fosse tão direita

E ela usasse a cabeça tão erguida

Com uma tão simples claridade sobre a testa

Foram necessárias sucessivas gerações de escravos

De corpo dobrado e grossas mãos pacientes

Servindo sucessivas gerações de príncipes

Ainda um pouco toscos e grosseiros

Ávidos cruéis e fraudulentos

Foi um imenso desperdiçar de gente

Para que ela fosse aquela perfeição

Solitária exilada sem destino

Cassandra´s Dream - Woody Allen



Uma estória sobre a ambição e até onde esta nos leva testando os nossos limites da consciência e o peso desta perante as nossas acções. Uma estória complexa contada de uma forma simples como Woody Allen sabe fazer, banhada pela música de Philip Glass.

On the sunny side of the street - Louis Armstrong

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

domingo, 27 de janeiro de 2008

Meret Becker



Lolita

Berlim



Berlim
de Gonçalo M. Tavares
Versão Cénica e Encenação João Mota

Elenco: Alvaro Correia , João Tempera, Mariana Filipa, Judite Dias, Tânia Alves, Marco Paiva , Miguel Sermão, Jorge Andrade e Alexandre Lopes

Em cena até dia 8 de Março.

Horário: de quarta a sábado às 21h30m, domingos às 17h.
Preço do bilhete: Quartas e quintas preço especial único de 5€ nos outros dias, preço normal 10€, estudantes e terceira idade 7,50€.

Do Desassossego



"Tudo é absurdo, ainda o menos é o sonho!"

Em cena até 8 de Março,de quarta a sábado, às 21h30, domingos, às 17h no teatro da Comuna.

domingo, 20 de janeiro de 2008

Paris live - Retorno




Foram doze dias maravilhosos...

Retorno das terras de Piaf




Foram dez dias em terra de nossa senhora Piaf! Não que o Rococó e o bom gosto nos encham as medidas para toda a vida, mas por dez dias deslumbram-nos a vista e enchem-nos as medidas com a sua cuisine francaise. Durante dez dias somos atirados para uma arena de gigantes: Louvre, D´orsay, Pompidou, Notre dame, Moulin Rouge, arco do triunfo, Torre eifel, champ elissé, com uma pausa para respirar e apenas observar o sena. E claro todos eles têm os seus pequenos grandes gigantes monumentais disciplos: Renoir, Miguel Ângelo, Manet, Monet, Matisse, Caravaggio, Munch, Picasso, Da vinci, Degas, Delacroix, Kandinsky, Malevitch, Bauhaus, man ray, Max ernst, Miró, Klimt, Breton, Lászlo Moholy Nagy, Chagal, Pollock filmes de Martial Raysse, Van gogh, Toulouse lautrec, Cézanne, Coubert, etc, etc, etc, etc, etc... Entre outros. É claro temos de os tentar ver todos em dez dias, não é fácil. Mesmo em dez dias é dificil filtrar tanta informação. Muitas coisas ficaram por ver, o que é sempre um bom motivo para regressar, como por exemplo a "tradicional subida à torre Eifel, que não tinha o último andar aberto por ataques terroristas, yeh right grande golpe comercial a deixar-nos com o bichinho de regressar e concretizar a mitica subida...
Mas foram dez dias que não têm palavras daqueles dez dias na vida que nos tiram o folego e nos devolvem um novo quando regressamos...

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Saudades

Já sinto as saudades meu amor... Amo-te até já

OH LA LA PARIS

Está prestes a começar, doze dias em Paris, a cidade das luzes, uma aventura... E tenho que ir dormir para começar amanhã a viagem...



Próximas paragens:
Moulin Rouge
Louvre
Torre Eifel
Euro Disney
Notre Dame
etc etc etc etc...

E tenho que ir dormir.
Já volto;)